À vossa atenção

Pedro Mexia volta a bulir com posts que, de facto, só ele: "Uma vez apaixonei-me (ou coisa que o valha) por uma modelo (ok, riam lá um bocado). E mandei-lhe este poema do cavalheiro Camões (...)"

P.S. Embora haja quem legitimamente entenda que os recados via post são de manifesto mau tom, aproveito. Pedro, há muito que já tenho comigo o Fora do Mundo - livro. Desculpa só agora acusar a recepção, mas o teu mail não estava a funcionar. Na verdade, já faz tempo, recebi essa antologia blogosférica com o esmero esperável das mãos em que o confiaste. Li-o de empreitada, agora está arrumado na estante, não longe de grossos volumes de sociólogos que tanto aprecias.



<< Home