Os génios invejados

Nas páginas da visão António Mega Ferreira fala de um dolorso drama pessoal. A inveja de Chico Buarque. Inconsolável, conta na sua crónica o quanto esse sentimento o consome: o chico é um músico e letrista genial, é bonito, tem olhos verdes, suscita há decadas os suspiros de tudo que é mulher, escreveu recentemente um livro - Budapeste - que a seu ver se instala entre as melhores narrativas deste século, e, aos 60 anos, ainda joga à bola com os amigos. Há invejas bonitas de serem contadas. Neste quadro que destroça o ego de qualquer um, pouco se me fica, ou restar-me-á, porventura, a tristíssima consolação de ainda jogar à bola com os meus amigos.



<< Home