Terapias

Hoje passei à porta da Zara e, queiram crer, ia para lá um corropio bizarro! Bem sei que estamos em altura de saldos, época em que os números mais apetecíveis desaparecem fugazes, levando a importantes migrações sazonais - p. ex. as meninas de Coimbra voam para o Fórum em Aveiro ou, alternativamente, seguem a rota do Norte Shopping . Mas, depois da desgraça nacional de ontem, leio a afluência às lojas de roupa, por mim hoje testemunhada, antes de mais, como a confirmação de uma terapia secular: quando o moral está em baixo experimentar e comprar roupa pode fazer maravilhas.



<< Home