Diz-me o que compras...


Na caixa de compras de um qualquer supermercado não resisto a olhar para as aquisições das pessoas que estão à minha frente:  Morangos, vinho, brinquedos, fraldas Dodot, revistas light, comida rápida, sabonete líquido palmolive, creme hidratante, shampoo para cabelos pintados, cereias especial K,  etc., tudo óptimas oportunidades para se "fazer o filme" de uma vida, ali mesmo, só a partir de uma pequena amostra dos consumos quotidianos. Ou então, menos presunçosamente, arrisco-me em adivinhações acerca do programa que estará a ser aventado para essa mesma noite. Dir-me-ão que enquanto exercício antropológico é uma abordagem algo precária. Certo, mas, hão-de reconhecer, sempre ajuda a tornar  mais interessante a espera.



<< Home