Adeus

O a-Deus despede-se da blogosfera. Há já um ano que era para mim um blog de leitura diária: Impetuoso, desconcertante, poético. O Ricardo, esse, é um querido amigo, e por isso me atrevo a pedir que reconsidere.



<< Home