O futebol como Evangelho. História de um convertido


Quando se fizer a história da passagem de Scolari por Portugal terão que ser considerados dois Scolaris, como se faz para analisar dois momentos da obra de um pintor ou de um filósofo (salvo seja!). O Primeiro Scolari, o casmurro derrotado, que deixou o Baía de fora e fez toda a preparação e o primeiro jogo do europeu com equipas risíveis, e o Scolari Tardio, o convertido à magia da equipa que foi o núcleo de uma taça Uefa e de uma Liga dos campeões. Como dirão provocativamente alguns, o Scorali convertido à magia de Mourinho, Esperemos que o Scolari Tardio não seja o Scolari do tarde demais.



<< Home