Chico


Apanho a boleia de Filipe Moura que inicia a "semana buarqueana", antecipando o 60º aniversário de Chico Buarque, no sábado.
Deixo-vos com o excerto de um excerto de um delicioso registo trágico-teimoso:
Até o fim

Quando nasci veio um anjo safado
O chato dum querubim
E decretou que eu tava predestinado
A ser errado assim
Já de saída a minha estrada entortou
Mas vou até o fim
...
Por conta de umas questões paralelas
Quebraram meu bandolim
Não querem mais ouvir as minhas mazelas
E a minha voz chinfrim
Criei barriga, minha mula empacou
Mas vou até o fim



<< Home