As Mamas do antigamente

simulacro vs realidade

Um amigo meu abre a Maxmen e pede-me uma opinião: "achas que estas mamas são verdadeiras?" (acho que se referia à moça da selecção checa). Eu, quase sem olhar, respondo de pronto que sim. Explico-lhe que no mundo do simulacro, que vivemos pelos media, tudo é igualmente verdadeiro, até o silicone - embora nesse particular me afirme como um naturalista, e deteste a sensação de estar a ser ludibriado. Para rematar socorri-me de uma frase com que Baudrillard inicia uma das suas obras:
O simulacro nunca é o que oculta a verdade - é a verdade que oculta o que não existe. O simulacro é verdadeiro.
Cansado do meu paleio, ele reformulou: "achas que estas mamas ainda são das do antigamente?"
Percebi que ia na sua íntimo uma enorme nostalgia em relação às certezas de outrora.



<< Home