O Sopro da vida

Génesis 2:7 "E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fólego da vida; e o homem foi feito alma vivente."

Creio. Esse mesmo sopro de Deus pode vir pela forma de alguém que, real ou metaforicamente, respira junto da nossa face empedernida. Acreditar em Deus também pode ser acreditar numa profusão de anjos que, afinal, mais não são do que pessoas: aquelas que a toda a hora sopram as nossas narinas, insuflando-nos de fé e querer.



<< Home