Dois Beijos, a ritualização de uma esperança

Beijos

Se é verdade que para muitos os dois beijinhos constituem um ritual social aborrecido e excessivamente íntimo, também há quem veja nesses beijos duas encenaçãos de uma de uma vaga esperança.

Na verdade, para os da casta lírico-esparançosa, só quando se esvai a aspiração de tocar a boca ali tão próxima é que os dois beijos, pela primeira vez, dizem realmente adeus. Quem sabe se os dois beijinhos terão nascido como o inevitável adeus a essoutro beijo sonhado. É essa simbólica despedida à esperança a que ainda hoje assitimos, frequentemente.









<< Home