Scolari e a Revolução

Perdoem-me, eu sei que isto soa a ridículo, mas encontro uma insanável contradição em estarmos a comemorar a democracia com Scolari à frente dos destinos da selecção nacional de futebol. A nacionalidade do senhor nada contribui para este desconforto pós-revolucionário, mas sim o estilo despótico de um iluminado que julga que não tem que explicar nada a ninguém. Na política isso tinha um nome.



<< Home