O vingador

Procura-se:

Por favor não se surpreendam se aparecer outra sondagem a dizer que o Estado de Israel encabeçado por Sharon é uma das maiores ameaças à paz no mundo.

Jack Straw, o ministro britânico dos negócios estrangeiros, condenava hoje a eliminação pelo governo israelita de Ahmed Yassin, o líder espiritual do hamas. Na sua resposta a um jornalista, Straw defendia que o assassinato de Ahmed Yassin jamais iria cumprir o objectivo com ele pretendido pelo governo israelita. Pois... Eu só tenho dúvidas que objectivo de Ariel Sharon seja de facto a paz, e que, portanto, este assassinato tenha sido um erro estratégico como denuncia Francisco José Viegas. Tenho as mais sérias dúvidas que a política actual do estado israelita veja nesta morte (ainda que erradamente) um caminho para o fim do terrorismo. Mais, acho que isso começa a ser uma ingenuidade. O ódio e o desejo de vingança emergem como valores protuberantes na política israelita, valores que não se compadecem com visões estratégicas conducentes à paz.



<< Home