A mulher enquanto reflexo da glória do pénis

(Dou mais um poderoso um argumento ao JMF para não se usarem fotos nos blogs)

"São hoje esquecidas e atacadas as duas razões mais próprias da glória feminina, o encanto da virgindade e a grandeza da maternidade. "

Este é um pequeno cheirinho do texto de hoje João César das Neves. Suponho que para este senhor a miséria feminina seja constituída por aquelas mulheres que não são virgens nem mães. Curioso mesmo é o facto desta pérola de prosa surgir de mãos dadas com uma crítica da sociedade dos machos. Eu ia jurar que com a ênfase na virgindade e na maternidade João César das Neves reduz a mulher a referentes absolutamente falocêntricos (centrados no falo). Isso mesmo, segundo o cronista mais beato da democracia portuguesa, a glória singular da mulher deve ser entendida por referência a diferentes momentos históricos: a.p. (antes do pénis) e d.p. (depois do pénis) ou, alternativamente, a.f. (antes da fertilização) ou d.f. (depois da fertilização). Pois bem.



<< Home