Força Scolari

Portugal: 1 Itália: 2

Não precisei de esperar pela derrota para me indignar com Scolari, coerentemente, quero crer, fi-lo assim que saiu a ultrajante convocatória. Há quem defenda que nunca o poderemos insultar o suficiente. Outros dizem para nos calarmos; Scolari foi campeão mundial, ele sabe o que faz... Por feitio não sou de insultos, ainda assim quero falar. E bem podia referir-me à exibição de Ricardo, à ausência de Baía, à falta que fez Maniche naquele meio campo, à impensável exclusão da equipa titular de Ricardo Carvalho. Mas se assim fizesse, reconheço, estaria a dar largas a uma certa clubite ...

Portanto, serenamente, e sem pensar em jogadores do meu agrado, vou-me limitar a dizer que Portugal jogou uma merda, como vem sendo hábito... Scolari. Já leva algum tempo à frente dos destinos da selecção e, abismamos, não há fio de jogo que se veja, não há mecanismos tácticos, não há uma ideia de futebol de equipa que chegue ao campo, um espírito de grupo que se adivinhe... Custa-me esta selecção onde os jogadores vão e vêm das convocatórias quase sempre por critérios extra-futebolísticos. Custa-me, tem-me custado, (ainda?) não conseguir torcer por esta selecção. Acreditem que até tento. Talvez seja a tal clubite...

Voltando a ela (à clubite) deixo o meu singelo conselho: Scolari, sê humilde e aceita a ajuda de Mourinho. Só tinhas que trocar um ou dois jogadores e ficar bem quietinho. Força Scolari.



<< Home