Permanências

É uma cena absolutamente incontornável para o típico pai de família. Acorda por volta das 9. Veste o fato de treino encerado. Dirige-se à bomba de gasolina, enche os pneus, aspira os interiores e lava o carro. Feito. Passou a ir menos à missa, esse estereótipo do homem que se "libertou" sem ler Nietzsche, mas o gosto pelo ritual de domingo de manhã permanece nele estranhamente intocado.



<< Home