Um post inevitável

(Lá vou eu perder leitor@s...)
Rejubilo. José Mourinho foi eleito o melhor treinador da Europa. Sempre admirei o estilo e o registo discursivo do homem; alguns escritos deste blog servem de prova. Numa provocação disse uma vez a alguém que a seguir a Álvaro Cunhal a vida pública portuguesa ainda não tinha conhecido ninguém com o carisma de Mourinho. É obviamente uma ideia excessiva, mas o carisma também é excessivo em relação ao discurso, não cabe lá. Segundo determinadas perspectivas, ao discutir o carisma de certas pessoas entramos no domínio do mágico. Disso eu não tenho dúvidas.



<< Home