Mensagens de amor posto em tempos de "Boas Festas"

Há alguém a quem isto não suceda?
N'O Melhor Anjo
"Uma das dificuldades das datas festivas é o papel a atribuir aos/às ex-amantes. Uma simples, seca e indiferenciada mensagem ou algo que seja provocatório, ambíguo, nostálgico...Seja pelos aniversários ou o Natal e Ano Novo, sobra-nos sempre esta questão: como lidar com as antigas paixões em tempos de reconciliação e paz na terra?"

Poucos são aqueles a quem estas questões não se colocam em tempos de comemoração colectiva.
Pessoalmente acho muito estranho que alguém se sirva de uma mensagem modelo para desejar boas festas a um ex-namorado. A expressão ex-namorada/o é em si banalizante, o termo ex faz supor um fim e uma sucesão natural. Mas, as exs, queiramos ou não, umas mais outras menos, tendem a ser biograficamente significativas. As mensagens de Natal estandardizadas funcionam muitas vezes como uma forma de revisionismo, uma forma de dizer que o passado não aconteceu. Outras vezes operam como um pretexto nostálgico, como uma justificação para se veicular o calado desejo de voltar atrás. Uma mensagem que apenas diz "Feliz Natal" pode ser o produto de uma laboriosa negociação com a memória. Também há que saber ler isso.



<< Home