Dás-me um beijo?

Ontem, num animado jantar comemorativo, uma bela jovem apontava os ridículos da cultura masculina. Desesperada por eu concordar com tudo começou a "picar-me", consubstanciando um qualquer argumento, calei-a de estupefacção quando dei um "xoxo da amizade" a um amigo meu que entretanto se tinha juntado à conversa. Recomposta do embate, virou-se para uma rapariga que ali estava, e que não conhecia, olhou-a nos olhos e perguntou suavemente: "dás-me um beijo?". Beijaram-se. Era óbvio que se tinha entrado no campo da demagogia, não obstante, uma tal capacidade de “improviso” merece-me alta consideração.



<< Home